Projeto | Depoimentos | Aprovados no ITA |
Depoimento de Murillo Henrique, aprovado no ITA - 2015
Qui, 01 de Janeiro de 2015 17:03

Sou o Murillo, de Fortaleza e entrei pra T19 após duas tentativas. Então, conheci o ITA no meu 1° ano, pois a escola onde eu estudava tinha preparação pra lá (o Farias Brito, no caso).

 Só que no primeiro ano eu era da turma regular, com uma vida sem muitas ambições... queria medicina, por sinal.

Foi por lá que comecei a me interessar mais por exatas e almejar um futuro melhor e isso seria possível com o ITA. Em meados de 2011, então, comecei a estudar pro ITA vagamente ainda frequentando a turma regular... fui conhecendo pessoas e tive muito apoio do rumo ao ita (na época a gente usava muito o orkut e tinha caras bem fodas lá como o AC da 17, Gutinho da 18...).

Chegando no fim de 2011, resolvi entrar pro 2° ano ITA e deu certo. Chegando lá, com aquele povo cabuloso... passei muito mal. Na minha primeira provinha de matemática tirei um bonito zero. E aí vi que o buraco era bem mais baixo. Estudei feito um condenado em 2012 pra tentar me nivelar com a turma e consegui passar de ano sem ficar de recuperação em nada. Daí chegamos em 2013, o meu 3° ano, e também um ano bem atípico. Conheci muita gente nova que já estava pelo cursinho e afunilei mais minhas amizades do ano anterior... as coisas até que pareciam dar certo.

Eu conseguia fazer as apostilas e atividades, mas quando chegou no primeiro vestibular, que foi a EFOMM, tomei bomba e fui cortado em inglês. Sinceramente, não foi algo que me abalou muito... mas foi uma experiência chata. O ano foi passando, consegui premiações em algumas olimpiadas nacionais e regionais e passei no IME (numa posição não tão boa). Pronto. Passei longe de entrar no ITA em 2013... aquela prova de física acabou comigo e acabei ficando com uma media aproximadamente 55 (o corte foi 62). Entrei em 2014 bem confiante... no fundo eu sabia que aquele ia ser meu ano.

Bastava consertar algumas falhas e manter a tranquilidade. Sendo que não foi bem assim. Nos simulados da escola eu normalmente estava alí no top 10... mas quando chegava nos vestibulares militares eu sentia o gosto de ficar em posições de três casinhas (fui cento e cinquenta e pouco na efomm e duzentos e pouco na afa) e isso destruía meu otimismo. Foi chegando então os vestibulares do ime e do ita...

Passei no IME nas vagas e já tava bem cansado pra enfrentar os 4 dias do ITA. Chutei o balde e minha frequencia de estudo despencou... só ficava revisando pro ITA, conversando com o pessoal e andando pelo colégio. Demorou, mas tardou a semana de provas do ITA. Me ferrei feio em física e sabia que tinha que recompensar aqueles 11 testes e aquela prova dissertativa do capeta. Fui pra prova de português focado e consegui um bom numero de testes e uma redação que me deixou satisfeito (ok, é loteria... mas eu gostei).

As proximas seriam matemática e quimica que eram, de longe, as materias que mais me safavam. Fui lá e consegui manter uma media 7.5~8 nas duas provas e tenho certeza que foram elas que me fizeram receber a ligação lá de São José. Então pessoal, é isso... Acho que o fundamental é estar com a cabecinha no lugar e estudar forte. E quando estiver saturado, chuta o balde por um tempo e relaxa.

 
Banner
Banner

Apoio

Banner

Pesquisa

Best online mobile porn videos and sub categories videos on the : erotic massage xxx movies watch online.

Login

Facebook Futuro Militar

Facebook Rumo ao ITA